segunda-feira, 12 de abril de 2010

Links da Semana



INTERESSANTES
Zoonoses

Submarino volta com ‘monstro’ e assusta cientistas

Bactérias contra a Dengue

Aula temática: Pulseiras do ‘sexo’


CURIOSIDADES
Chip denuncia quando o paciente não toma o comprimido

Leitores mostram caos e ruas alagadas após chuvas no Rio

‘Loucos de pedra’ se casam como os Flintstones

Dadogravuras


TWITTER
@Escaipe

@Plantearvore


TECNOLOGIA
Educação profissional e tecnológico acelera entrada no mercado de trabalho

Mulheres ultrapassam homens em comunidades virtuais


VÍDEOS
Comparando lâmpadas incandescentes

Salve o Planeta

Florestas Sazonais


BANNER



SUSTENTABILIDADE
Chocolate com embalagem compostável

IMAGEM
Nasa divulga fotos de Marte escolhidas por internautas

Organismo que passam vida sem oxigênio

Ouriço obeso





SITE/BLOGS
Top Blog Educação

PlanetBio

Escaipe



CHARGE
Turistas e o aquecimento global/a>


POLÊMICOS

Livros terão que incluir a temática LGBT

Parar de comer não emagrece

Vacina contra gripe comum pode elevar risco de contrair H1N1

Depilação a laser pode prejudicar a saúde humana

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Que marcas você quer deixar no Planeta?

Campo Grande é a primeira cidade brasileira que assumiu o compromisso de calcular os "rastros" que os seres humanos deixam no planeta.

Conhecida como pegada ecológica, a metodologia foi criada para calcular o quanto de recursos da natureza precisamos para sustentar nosso estilo de vida. A novidade é que antes se calculava os impactos causados individualmente por cada um de nós, agora será calculado com base num estudo coletivo (de uma cidade inteira).

Dentre os dados analisados estão: forma de consumo, habitação, transporte, áreas agrícolas e de pastagem, etc.

Após o estudo completado, será possível através dos resultados, traçar metas para minimizar a pegada ecológica e melhorar a qualidade de vida da capital sul-mato-grossense.

Calcule aqui sua pegada ecológica, e veja de quantos planetas você precisaria se continuar neste ritmo de consumo.

Fonte da imagem: Confraria de Chaves

Criogenia: reaviver pessoas congeladas


Realizamos a seguinte pesquisa:

O que você pensa sobre a criogenia e de pessoas que já aderiram a ela, como Walt Disney?

38% é uma loucura, os estudos são incoerentes;
23% pode acontecer, mas não sou adepto;
19% não irá acontecer;
12% pode acontecer, e tenho tendências a ser adepto;
8% a evolução da ciência é fantástica, será um sucesso.

O resultado demonstra que a maioria de nossos leitores estão descrentes quanto essa técnica, um tanto quanto confusa, mas vamos lá...




Mas o que é criogenia?

É a técnica que mantêm corpos congelados após o falecimento, para que futuramente sejam reavivados (assim que houver cura para a doença que o fez morrer).

Em que estão baseados os cientistas que defendem essa técnica?

A criônica (o estudo da preservação de seres humanos para uma futura reanimação) literalmente joga a solução deste problema para o futuro, pois segundo alguns cientistas , o que hoje pode ser considerado como morte clínica, pode não ser no futuro, de fato o suporte científico para a criônica se baseiam em estudos que mostram uma substancial preservação da estrutura de células cerebrais pelos métodos atuais, estes cientistas acreditam que a nanotecnologia molecular e a nanomedicina permitirão reparos em nível molecular de tecidos e órgãos danificados, doenças e envelhecimento também são assumidos como reversíveis.

E existe algum problema nessa técnica?

A criogenia aumentaria o número de habitantes no planeta. Segundo o pesquisador americano Kevin Brown, da Universidade Carneggie Mellon, “a longo prazo isso se tornaria um problema”, porém, o risco de superpopulação só ocorreria se o processo estivesse acessível a um número muito grande de pessoas e se, ao mesmo tempo, a expectativa média de vida da população mundial fosse elevada para 130 ou 140 anos.

Curiosidades

Os Simpsons em sátira aos Jetsons faz menção a criogenia. Leia o texto e assista aos vídeos do desenho clicando aqui

#FicaDica

Outros artigos sobre o assunto:
Revista Mundo Estranho: O que é criogenia humana?

Revista Super Interessante> E se... revivêssemos pessoas congelados?

O mundo estranho: Criogenia Humana

A criogenia pode levar a imortalidade?

Como funciona a criogenia? - Infográficos

Vídeos:
Preservação criogênica #1

Preservação criogênica #2

Preservação criogênica #3

Fontes das imagens:Infograthinking e ANT Antropóides

quarta-feira, 7 de abril de 2010

10 motivos para Estudar no Cursos 24horas

1- Rápido e Prático: Fazer Cursos Online é uma forma rápida e prática de aprender. É possível iniciar um curso em qualquer dia, não é necessário apresentar documentos ou participar de processos burocráticos para iniciar as aulas.

2- Valores acessíveis: os cursos variam entre R$ 20,00 e R$ 50,00. Um treinamento parecido em outras instituições pode custar mais de R$ 500,00. A eficiência e o alto volume de alunos possibilitam oferecer cursos de alta qualidade por valores reduzidos. Além disso, não há nenhuma cobrança de mensalidade nos cursos, eles são pagos uma única vez.

3- Flexibilidade: O processo é totalmente flexível: flexibilidade de local, de horário e de duração do curso. Estude de onde preferir, da sua casa, trabalho, faculdade, lan-house ou de qualquer computador. Faça as atividades nos seus horários disponíveis e conclua os cursos em quanto tempo desejar. Tudo é feito de acordo com seu ritmo, sem compromisso com prazos e horários fixos.

4- Locomoção: Fazendo os Cursos Online do Afiliados Cursos 24horas
Cursos 24horas você não gasta com locomoção até uma escola presencial, não perde tempo no trânsito. Isso significa mais tempo livre para estudar, resultando em um melhor aproveitamento.

5- Banco de Currículos: Diversas empresas contatam o Afiliados Cursos 24 horas e solicitam indicações de alunos para vagas de emprego. Ao estudar no Afiliados, você pode incluir seu currículo no Banco de Currículos e ser indicado para vagas relacionadas aos cursos feitos.

6- Certificado válido em todo Brasil: e em vários países, ele pode ser utilizado em faculdades, empresas públicas e privadas, concursos e provas de título, entre outros.

7- Empresa Mantenedora da ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância. O nome e a logo do Afiliados é exibido na página de Mantenedores da ABED.

8- Funcionários treinados: outra prova de qualidade do sistema de ensino é o número de empresas que já tiveram funcionários treinados pela Afiliados Cursos 24horas. Exemplos: Uol, Terra, Dell, Xerox, LG, entre outras.

9- Currículo atualizado: Todos os cursos podem ser incluídos em seu currículo. As pesquisas comprovam que manter o currículo atualizado é uma das formas mais eficientes para ser promovido, conseguir um novo emprego, ou até mesmo evitar uma demissão do emprego atual.

10- Professores altamente qualificados: uma equipe de professores altamente qualificados fica à disposição para atender aos alunos, corrigindo exercícios, enviando material adicional e tirando todas as dúvidas que possam surgir durante o curso.




Cursos Online com Certificado



Cursos 24 Horas - Cursos Online a partir de R$ 20

Fonte da Imagem: Planetim

terça-feira, 6 de abril de 2010

Consumo sustentável em 12 passos

No site Planeta Sustentável encontramos alguns infográficos interessantes para trabalhar em sala de aula, e um deles dá 12 dicas de consumo sustentável...Como nos comportar na hora das compras?

Geralmente os trabalhos desenvolvidos por professores abordam o lixo como problema e trazem como solução a reciclagem. Mas será que o ideal não seria trabalhar o lixo antes mesmo dele existir? Ou melhor, não podemos pensar em nosso hábito de consumir e evitar o desperdício?

É o que aponta essas dicas. Como professor, você pode levar a ideia para que os estudantes analisem o seu comportamento durante um determinado tempo e levar para a sala os resultados dessa análise. Fazer um levantamento daquilo que pode e deve ser mudado no comportamento e quais os impactos causados e qual esforço necessário para a mudança (como é proposto no Manual de Etiqueta Sustentável)

Segue a lista das 12 dicas (que você confrontar com as propostas pelos estudantes): CONSUMA SEM CONSUMIR O MUNDO EM QUE VOCÊ VIVE.

Realize esta atividade e mande sua experiência para nós. Divulgue seu trabalho e promova sua escola!!!

Leitura interessante: Pense rápido: o que é consumo?

Reflexão: Será que as pessoas realmente mudam seus hábitos quando sensibilizam-se com a questão ambiental? É mais fácil uma criança crescer com esses comportamentos que um adulto refletir e mudar sua rotina?

Fonte da imagem: FIOCRUZ Jovem - Fio Jovem

domingo, 4 de abril de 2010

Feliz Páscoa

Charges Adorno

O Biosfera deseja a todos os leitores uma excelente páscoa!

Que aproveitem essa data para a interação, o descanso, a troca de carinhos e ovos de chocolate, é claro...

Mas não esqueçam que ao contrário da páscoa e outras datas comemorativas - lembradas uma vez ao ano-, o cuidado com a Dengue deve ser permanente, e merece nosso cuidado sempre...

#FicaEsperto!

sábado, 3 de abril de 2010

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Olimpíada de Geografia: A viagem do conhecimento

A viagem do conhecimento é uma olimpíada de Geografia, idealizada pela revista National Geographic Brasil.

Dentre os objetivos estão: estimular jovens estudantes a conhecer o país e o mundo onde vivem e incentivar estudantes e educadores a avaliarem as relações sociedade-natureza sob uma perspectiva crítica, ética, solidária e sustentável.

Podem participar estudantes do Ensino Fundamental (8º e 9º ano) e do Ensino Médio (1º ano).

As inscrições vão até o dia 1° de junho e podem ser realizadas pelo site http://www.viagemdoconhecimento.com.br/, onde você também poderá consultar o regulamento e premiações.

Bons estudos!

Fonte da imagem: Colégio São Bento

terça-feira, 30 de março de 2010

A química presente em nosso dia-a-dia

A Revista Mundo Estranho trouxe algumas perguntas e respostas que podemos utilizar em sala de aula para exemplificar a Química em nosso cotidiano. Os exemplos a seguir podem ser apresentados no 1º semestre do 9º ano do Ensino Fundamental, como regulariza o Referencial Curricular da Educação Básica da Rede Estadual de Ensino/MS.

Por que o papel não volta à forma orginal depois de dobrado?

Porque as ligações que mantêm o papel em sua forma original são rompidas com as dobras. O papel é formado de fibras de celulose entrelaçadas e unidas por átomos de hidrogênio, em uma ligação química chamada "ponte de hidrogênio" . O papel começa ser feito com as fibras de celulose misturadas com água, que depois é extraída do papel durante o processo industrial. O problema é que, quando as pontes são rompidas a seco, no papel já pronto, elas nao podem ser refeitas. A única maneira de tentar deixar a folha inteira de novo é jogando-a na água.

Por que o papel é forte e cortante, mas rasga fácil?

Pedra: apesar de fina, uma folha pode aguentar o peso até de blocos de concreto. Na natureza, a lignina é a "cola" entre as moléculas de celulose. Durante o refino, uma das etapas da produção, ela é substituída pelas pontes de hidrogênio, uma das ligações intermoleculares mais fortes da natureza. Isso aproxima as fibras de celulose uma das outras e forma vários pontos de união.

Tesoura: Todo papel pode ter até 20% de compostos minerais, como cálcio ou dióxido de titânio , que ajudam a deixá-lo mais branco, liso ou macio. Só que esses compostos também são abrasivos e, dependendo da combinaçao entre a espessura do papel, a umidade da folha e o formato das moléculas utilizadas na fabricação, eles podem mesmo cortar a mão.

Papel: a facilidade do rasgamento do papel depende do sentido em que a força é aplicada. Também durante o refino, as fibras de celulose são quebradas e rearranjadas. É como se a folha fosse penteada em uma direção, e nesse sentido há mais ligações entre as fibras e mais resistência. Assim fica mais difícil rasgar a folha, mas, no sentido inverso, com mais espaços vazios de celulose, fica fácil rasgá-la.

Papel Reloaded : alguns tipos de papel podem ser reciclados no máximo cinco vezes. De tanto as fibras de celulose serem trituradas no início da reciclagem, elas não conseguem mais se ligar umas às outras e acabam se rompendo. O papel fica quebradiço e não tem mais resistência para se transformar em uma folha. É o fim do ciclo para ele.

Como é feito o algodão-doce?

A matéria-prima do algodão-doce é o açúcar cristal - que pode vir de fábrica colorido ou ser misturado com corante em pó antes do preparo.

A transformação começa quando o açúcar é despejado em um cilindro oco que gira no centro de uma bandeja. O cilindro aquece a 150ºC e derrete o açúcar cristal, formando uma calda grossa - com açúcar refinado a calda seria fina demais para formar o algodão.

Como a parede do cilindro central é cheia de furos, ao girar em velocidade elevada - cerca de 3500 rpm - a calda de açúcar escapa pelos buraquinhos.

Em contato com o ar, o açúcar líquido esfria e endurece de novo, só que em forma de fios. Para formar o algodão, basta recolher os fios girando um palitão - alguns doceiros passam leite condensado no palito para os fios grudarem melhor.


#FicaDica

"Para a compreensão do universo não podemos ficar presos a resoluções de problemas e fórmulas, mas mostrar o quanto a Química está presente em nossas vidas". Extraído do Artigo: A contextualização no ensino de química: visão dos professores da cidade de 7 Lagoas/MG

O exemplo citado de Minas Gerais pode ser estendido a todos os Estados?

Leituras interessantes

Pontes de hidrogênio – Linhas de pesca ficam mais resistentes

A química na cozinha: o açúcar

Existem vários tipos de mel e açúcar. Conheça as características de cada um e faça a escolha certa


Fonte da Imagem: Partilhar e Fada Madrinha Brinquedos Educativos

segunda-feira, 29 de março de 2010

8 motivos para apostar nos livros

Na revista Super Interessante (edição 273/dezembro de 2009) saiu uma divulgação do site
Educar para Crescer,onde o apresentador e humorista Marcelo Tas, apresenta uma lista com: 8 motivos para apostar nos livros. Nesta, ele apresenta os benefícios da leitura: "Nós somos o resultado do que lemos, do que aprendemos e do que vivemos na escola."

Veja a lista:
  1. Desenvolve o repertório - Ler é um ato para o nosso crescimento pessoal e profissional.
  2. Amplia o conhecimento geral - Além de ser envolvente, a leitura expande as referências e a capacidade de comunicação.
  3. Estimula a criatividade - Ler é fundamental para soltar a imaginação. Por meio dos livros, criamos lugares e personagens.
  4. Aumenta o vocabulário - Graças aos livros, descobrimos novas palavras e novos usos para as que já conhecemos.
  5. Emociona e causa impacto - Quem jpa se sentiu triste ao fim de um romance sabe o poder que um bom livro tem
  6. Muda sua vida - Quem lê desde cedo está muito mais preparado para os estudos, para o trabalho e para a vida.
  7. Liga o senso crítico na tomada - Livros, inclusive os romances, nos ajudam a entender o mundo e nós mesmos.
  8. Facilita a escrita - Ler é um hábito que se reflete no domínio da escrita. Quem lê mais escreve melhor.
#Dezoito educadores selecionaram 204 obras essenciais para serem lidas do Ensino Infantil ao Ensino Médio: O que ler dos 02 aos 18 anos para chegar com boas referências à vida adulta

#Reflexão: Pense em dois motivos para apostar nos livros, diferentes dos citados , e escreva nos comentários.

Fontes das imagens:Unimed JP e Educar para Crescer

sábado, 27 de março de 2010

Links da Semana

CURIOSIDADES
Pesquisa alerta sobre o perigo dos acessórios para carregar bebês

Cartilhas legais

Photoshop faz 20 anos

10 coisas para fazer quando você é um jurado no tribunal

Como os filmes prendem atenção dos espectadores

Inseto mais forte do mundo faz força para acasalar

Atração fatal


CHARGE
Mentirinhas ‘verdadeiras’ de Caco - #horadoplaneta

IMAGEM
Google na China

Pássaros abusados

10 banheiros criativos


VÍDEOS
A impressionante história de um saco plástico

Floresta – A hora do Planeta

Money – Nova campanha da WWF


POLÊMICOS
Michael Jackson teria interrompido socorro para esconder anestésico

Dedos a mais são freqüentes entre casos de má-formação genética

Tinha medo só de pensar em ficar sem, diz ex-dependente de calmante

Pequenos tiranos

Obesidade pode proteger contra doenças do coração

Não existe educação inclusiva

Vício em drogas é doença e deve ser tratado com remédios

Ladrões podem seguir twitteiros para roubar residências

5 grandes teorias da conspiração

Cientistas identificam novo ancestral do homem na Sibéria


BANNER




SUSTENTABILIDADE
Livro ‘Eco-sex’ quer ensinar leitores a serem ‘verdes’ até na cama

Britânicos constroem arranha-céu com turbinas ecológicas

Cuecas feitas com fibra de bananeira

Múltiplas disciplinas para mapear impactos climáticos

Biocombustível super limpo é produzido com tecnologia de TV a plasma

5 motivos para São Paulo alagar em qualquer tempestade

TECNOLOGIA
Download, mocinho ou bandido?

Como criar um eBook para seus assinantes

Google é condenado por manter comunidades ofensivas no Orkut

Orkut ganha jogo para ‘exterminar o mosquito da dengue’

Robô de lego movido a twitter tira fotos

Como evitar 7 pecados no twitter


TWITTER
@institutoorbis

@ECO3R

@Horadoplaneta

@ciencia_e_arte

@GabbiVeiga


SITES/BLOGS
Yahoo tecnologia

Envie seu currículo para o twitter

Ruas digitais

Educadores Inovadores

Educar para Crescer


INTERESSANTES
Libélulas vão combater o mosquito da dengue em SP

Crianças com deficiência visual são alfabetizadas com auxílio de computadores

Astrônomos acham planeta parecido com os do Sistema Solar

Água contaminada mata mais do que guerras

Pílula pode reduzir danos aos pulmões de quem fuma

Bactérias da pele podem servir como impressão digital

Consumo moderado de manteiga ou margarina não afeta o coração

Programa destaca importância do esporte na qualidade da educação

O desafio da indisciplina escolar

sexta-feira, 26 de março de 2010

A utilização de animais em vídeos virais

Olá!

Como esse é o meu primeiro post aqui no Biosfera, gostaria de agradecer ao convite do pessoal e espero que gostem do que separei para vocês.

Hoje, falarei um pouco dos vídeos virais e mostrar alguns famosos, que contaram com a ajuda de animais.

O que são virais?

O vídeo viral é parte de uma ação de publicidade em massa, que se utiliza das redes sociais (Orkut, Twitter, Facebook, Youtube e outras!) para disseminar uma marca ou produto.
Deu-se o nome 'viral' devido ao fato de que tal 'comercial', quando lançado na web (de maneira correta!) se espalha como se fosse uma epidemia, como um vírus, que sai contaminando o máximo de pessoas possíveis. Muitos dos 'infectados' repassam, imediatamente, a mensagem adiante. Com isso, o viral alcança um público infinitamente maior do que se a empresa optasse por divulgar seu produto no intervalo da novela das oito.

Existem várias empresas que se especializaram nesse tipo de marketing e sabem exatamente como atingir o público que o cliente pretende alcançar. Na maioria das vezes, a propaganda vem em forma de vídeo e a marca ou o produto quase não aparece, ficando em segundo plano.

É o caso do vídeo abaixo: Nele, um camaleão sobre uma mesa muda a cor do seu corpo, de acordo com a cor da armação dos óculos que são colocados à sua frente.



O vídeo é muito bem bolado e o efeito causado é lindo! Porém, é falso! Isso mesmo. A colorização do bicho é feita com a ajuda de computação gráfica. É verdade que o camaleão consegue, sim, controlar a pigmentação do seu corpo - uma estratégia usada para se esconder dos predadores - porém, o pequeno réptil lacertílio, da família dos lagartos, não consegue mudar a sua cor assim tão rápido, como o vídeo sugere.

Na verdade, o vídeo foi feito para divulgar uma coleção de óculos de sol da marca Rayban. A campanha deu super certo, visto que o vídeo teve milhares de visualizações só no Youtube, sem contar com as outras mídias!

Lá no E-farsas tive a oportunidade de estudar vários filmes desse tipo. O fato é que animais, em qualquer tipo de propaganda, vende!

Como disse o blog especializado em virais da internet -A Curva Viral -, "os animais são populares não só em vídeos, como também em fotos. Quem já viu fotos engraçadas de gatos e as passou a amigos? ... a razão para este tipo de conteúdo se tornar viral não é difícil: existem milhões de pessoas em todo o mundo com animais de estimação e de alguma forma identificam-se (ou aos seus animais) com os das fotos ou vídeo, e acham aquilo muito engraçado e portanto passam-no a outros."

Um outro exemplo do que estou falando é o filminho abaixo - que circula pela rede desde 2009.



Com apenas 15 segundos, o vídeo mostra um sapo levando a pior depois de tentar engolir uma mosca. Para espanto de todos, a mosca é tão forte que consegue levantar vôo, levando consigo o pobre batráquio preso pela língua.

Apesar de parecer real, o vídeo é falso! Trata-se de um comercial para a Volkswagen. Essa propaganda faz parte de uma campanha de 2006, produzida pela agência DDB, em Berlin, dirigida pela dupla Wolfgan Schneider e Matthias Stiller e teve a direção de arte de Kristoffer Heilemann. A intenção do comercial era a de mostrar a força do seu modelo Golf.

Acontece que, em determinado momento, alguém cortou os segundos finais do vídeo, deixando apenas a parte do sapo sendo arrastado pela língua.

Abaixo podemos ver o filme na íntegra:



Nesse caso, não sabemos se o corte no final do filme foi feito pela própria agência, a pedido da empresa, ou se algum engraçadinho fez isso para dar um tom de veracidade ao vídeo.
O fato é que a brincadeira já rendeu milhares de visitas no Youtube. Se você se interessou pelo assunto, veja o blog Casa do galo mostrando que o 'fantástico mundo animal da propaganda' é uma mina de ouro para quem deseja vender seus produtos!

E para você saber mais sobre marketing viral, sugiro o Blog Sim Viral .

Ah! Quer descobrir se aquele vídeo que você viu na web é verdadeiro ou falso? Então visite o www.e-farsas.com.

________________________
Gilmar Lopes - @efarsas
Analista de Sistemas
Pesquisador responsável por descobrir as farsas da internet no E-farsas.

Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente

Objetivando o apoio a projetos que visem a melhoria da saúde e da qualidade ambiental e a valorização do professor, acontece em sua 5ª edição, a Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente.

Podem participar estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental ou Médio das escolas públicas e privadas reconhecidas pelo Ministério da Educação.

Os trabalhos devem contemplar uma das três modalidades: Produção Audiovisual, Elaboração de Texto ou Projeto de Ciências.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo site: http://www.fiocruz.br/olimpiada/ . O prazo é até o dia 31 de maio.

Antes de se inscrever seu trabalho consulte aqui o regulamento.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Junte-se ao movimento "A Hora do Planeta".

No próximo sábado, 27 de março, entre 20h30min e 21h30min (hora da Brasília), o Brasil participa oficialmente da Hora do Planeta.

O objetivo é chamar atenção dos líderes mundiais e mostrar que estamos antenados a situação do clima no planeta.

Os principais pontos turísticos e monumentos também apagarão suas luzes, por exemplo: Torre Eiffel, Coliseu, Cristo Redentor, etc.

Para participar é simples. Cadastre-se pelo site: http://www.horadoplaneta.org.br/ e apague as luzes no horário combinado. O cadastro serve para contabilicar o número de adeptos.

Você também pode apoiar o movimento divulgando a mensagem da campanha pelas mídias sociais que participa.

O Jornal 'O Correio do Estado', do dia 23 de março vem com algumas dicas para você fazer enquanto estiver com suas luzes apagadas.

São elas:

  • Reunir a família, vizinhos e jogar conversa fora.
  • Tentar realizar tarefas no escuro e perceber como os deficientes visuais se tornam habilidosos.
  • Passear ao ar livre e sentir o ar puro.
  • Olhar para o céu e apreciar a beleza das estrelas sem a claridade das luzes.
  • É um bom momento para fazer orações e refletir sobre nossas ações.
  • Dormir.
  • Fazer planos em família.
  • Meditar ao sons de músicsa calmas (com MP3).
  • Organizar um jantar a luzes de vela para seu conjuge.
  • Montar acampamento para as crianças no quintal de casa.
  • Brincar de gato mia.
Essas são apenas algumas dicas, deixe seu comentário com uma nova dica para nossos leitores.

Não esqueça, apague as luzes de sua casa no dia 24 de março das 20h30min as 21h30min (horário de Brasília).


quarta-feira, 24 de março de 2010

A Física no dia-a-dia

A Revista Mundo Estranho de Agosto 2009 trouxe algumas perguntas e respostas que podemos utilizar em sala de aula para exemplificar a Física em nosso cotidiano. Os exemplos a seguir podem ser apresentados no 3º bimestre do 9º ano do Ensino Fundamental, como regulariza o Referencial Curricular da Educação Básica da Rede Estadual de Ensino/MS.

Por que não dá para quebrar um ovo na 'vertical' com as mãos?

Por causa do ângulo fechado da curvatura do ovo nessa posição, que faz com que a resistência da casca anule a força aplicada para quebrá-lo. É que, ao aplicarmos determinada pressão com as mãos nas extremidades, ou polos, do ovo, a força acaba se distribuindo sobre toda a casca, sendo anulada por uma força contrária. "A intensidade da força que conseguimos aplicar com as mãos nos polos não é suficiente para romper a resistência da casca", diz o físico Luiz Nunes de Oliveira. O mesmo não ocorre quando você decide quebrar o ovo por uma de suas laterais (ou equador). "Nesse caso, como a compressão é perpendicular à casca, a parte pressionada pode ceder para dentro sem comprimir o restante da casca", diz o físico.

O curioso é que, há séculos, esse mesmo princípio tem permitido que arquitetos e engenheiros ergam pontes, palácios e outras edificações cheias de arcos e abóbadas. Se você reparar bem, vai ver que essas estruturas possuem o formato convexo de um ovo - sua concha é, na verdade, uma abóbada fechada. O peso da estrutura que está sob a parte central de um arco de pedra, por exemplo, não é capaz de destruí-lo porque as forças se distribuem lateralmente, pressionando as pedras do lado.

Nem todos os ovos são regidos por essa lei da "inquebrabilidade". Ovos mais arredondados, como os das tartarugas-marinhas, são mais facilmente quebrados, pois não ocorre a mesma distribuição de forças, como por exemplo, nos ovos das galinhas.

Por que o bumerangue volta para o mesmo lugar?

Para voar bonito e voltar para as mãos do lançador, o bumerangue precisa ser lançado na vertical, girando rápido, e com o eixo - parte de baixo do "V" - para trás. Se o vento estiver muito forte, o ideal é inclinar o bumerangue - os destros inclinam para a direita e os canhotos, para a esquerda.

O bumerangue se parece com uma asa de aviação, com faces planas e arredondadas que ajudam a cortar o vento, girando por mais tempo no ar. Para facilitar o giro, as hastes têm perfis mais grossos, posicionados em lados opostos. Assim, a haste superior sempre terá o perfil grosso encarando o vento.

A velocidade do topo - que gira para a frente, acompanhando o movimento do bumerangue - é sempre maior do que a da parte de baixo. Isso aumenta a pressão em cima, inclinando o bumerangue a cada volta. Ao ser lançado por um canhoto, o topo se inclina para a direita, e vice-versa.

O bumerangue faz a curva ao efeito giroscópico - o mesmo que atua na roda de uma moto em alta velocidade. Enquanto ele gira, a tendência do eixo é manter o equilíbrio vertical. Porém, ao girar inclinado, ele acaba fazendo a curva, como um piloto que inclina a moto para virar à direita.

#FicaDica

"O sentido de uma noção não se pode dar ao aluno; ele deve construí-lo dentro de um conjunto de problemas onde ela funcione de uma maneira mais ou menos local... Uma noção apreendida é somente utilizável na medida em que ela é relacionada a outras, estas ligações constituindo sua significação, sua etiqueta, seu método de ativação. Mas ela é somente apreendida na medida que ela é utilizável e usada efetivamente, isto é somente se ela é uma solução de um problema." (Brousseau, 1983)

Fonte das Imagens:
Viver a Ciência e Como tudo funciona

terça-feira, 23 de março de 2010

Duelos Verdes - O que é melhor para o planeta?

Na Revista Super Interessante - dezembro/2009, saiu uma matéria "Duelos Verdes" com um Guia de Sustentabilidade.

É um assunto muito interessante para trabalhar Educação Ambiental com os estudantes. As questões levantadas pela Super podem ser assunto para pesquisa e/ou discussão em sala de aula. Pode ser feito também entrevistas com pessoas da comunidade, pedindo que elas respondam e depois com os estudantes comparar as respostas com as conclusões que a revista aponta.

E você? Sabe as respostas?
  • É melhor tomar água em copo de plástico ou andar com uma caneca?
  • Peço o saco de papel ou levo minha EcoBag?
  • O que agride menos o planeta, cerveja ou vinho?
  • É melhor morar em apartamento ou casa?
  • Devo comprar jóias ou bijuterias?
  • É mais ecológico usar roupas de algodão ou de lã?
  • Escovo os dentes na pia ou no banho?
  • Posso ter filhos?
Outra sugestão seria avaliar esses comportamentos no ambientes escolar. Como estão as atitudes dos estudantes e do corpo docente? Elabore uma lista com questões relevantes para a escola, como por exemplo: O estudante quando compra um caderno escolhe o de folhas brancas ou recicladas? O professor ao imprimir a prova utiliza apenas um lado ou a frente e verso da folha? A secretaria da escola ao fazer um comunicado aos professores imprime cópias ou usa o mural?

Após a elaboração da lista os estudantes pesquisam os impactos das atitudes chegando a uma conclusão de qual comportamento é ideal. O resultado da pesquisa pode ser apresentado para a sala ou para escola em forma de seminário, workshop ou disponibilizado no blog da escola.

Reflexão: Parecem questões simples, mas que no dia-a-dia passam despercebido. Que tal pararmos para repensar o nosso comportamento?

Para ter acesso ao Guia, acesse o Planeta Sustentável, outra fonte para pesquisa:Manual de Etiqueta Sustentável

Fonte da imagem:
So Ham

segunda-feira, 22 de março de 2010

Quanta falta a água faz?

Hoje, dia Mundial da Água, aproveitamos a data para provocar uma reflexão quanto a qualidade da água que temos.

Você joga óleo de cozinha, resíduos de tinta, venenos para insetos ou grande quantidade de desinfetantes pelos ralos de sua casa? Saiba que se faz isso, contribui diretamente para morte de nossos rios e córregos. Mesmo que o esgoto passe por tratamento, a água não retorna aos córregos potável.

Segundo Jeremy Lovell, a ONU prevê que em 2050, mais de 45% da população mundial não possuirão a porção mínima de água para manter suas necessidades básicas.

Vamos fazer um teste de reflexão.
Imaginemos 100% da água que temos no planeta. Vamos subtrair o que não está disponível para o consumo humano (segundo Wetzel, 1983).
  • 97,6%disponível nos oceanos ou lagos de água salgada.
  • 2,4% é o que resta de água doce.
Acha pouco 2,4%, não para por aí. Deste percentual subtraia:
  • 0,31% que está congelada nos polos.
Resultado: temos disponível para consumo no lençol freático ou rios 0,02 % de água doce e potável.

Como está a qualidade desta água? Como está a saúde de nossos rios? Como estão as áreas de manaciais da sua cidade?

Como o desenvolvimento das cidades afeta a saúde dos mananciais? Até onde seremos afetados pela falta de água potável?

Para embasar o trabalho e as discussões em sala de aula, sugerimos a leitura do artigo "Água e saúde", da Organização Mundial da Saúde.



#Vale a pena: levar seus estudantes para conhecer alguns mananciais. Em Campo Grande sugerimos, a APA do Lageado, as nascentes dos córregos Formiga, Prosa e Joaquim Português (estes dois últimos estão situados dentro do Parque Estadual do Prosa).

Fonte da imagem: Jornalismo Unip Vergueiro

sábado, 20 de março de 2010

Links da Semana






CHARGE

Doy Jorge

Pensando na velhice

Beijar na boca engravida

Olha o aviãozinho...

O que você come?


CURIOSIDADES
Curiosidades sobre o π

10 lugares interessantes para vistar com o Google Earth

Bateria da Nokia se recarrega sozinha

Como é feito o algodão-doce?

Seu satélite no espaço por apenas R$ 14000,00

2020: o que os computadores farão daqui 10 anos?

Como será o novo documento de identidade



INTERESSANTE
Cartunista Glauco e o filho morrem baleados durante assalto em Osasco

Diferença no cérebro mostra como pessoas se sentem após uma briga

Gene permite regeneração em humanos sem deixar cicatriz

Abelha ‘aquecedora’ determina funções das mais jovens e garante sobrevivência da colônia

O primeiro passo para a cura da cegueira


SITES/BLOGS
Quid +

Grooeland

BioMomento

XII Olimpíada Brasileira de Informática

Prêmio Empreendedor Social

Hábitos Habitats





IMAGEM
Vulcões submarinos são essenciais para o clima

Essa é para quem #vaisonhando em parar de fumar

10 fotos incríveis que não são fotoshopadas

Arte com contagem regressiva

5 animais gigantes

Idéias geniais

Cachoeira de Lava

Deserto de Atacama: não chove há 400 anos

Natureza em macrofotografia


SUSTENTABILIDADE
Lixeira inteligente entra em contato com centros de reciclagem

Expedição vai investigar menor espécie de tamanduá do mundo

A hora do planeta

Empresa japonesa constrói bicicleta movida a hidrogênio

Gisele Bundchen lança linha de cosméticos ecobacana

Saber consumir vira arma para preservar ambiente

Informeme - Ciências

Asfalto poroso





POLÊMICOS
Superdrogas modernas legais

Ufa! O mundo não acabará em 2012

Racismo na prateleira

Mitos da tecnologia que funcionam


TECNOLOGIA
Game de zumbis vai usar o twitter

Os 10 aplicativos mais interessantes para o twitter

Designer cria códigos para daltônicos

Transforme seu comunicador instantâneo em um leitor de RSS

Como recuperar itens do histórico do firefox

Você consome 34 GB de informação por dia

Qual a melhor rede social?

Force uma atualização do Windows facilmente


BANNER



TWITTER
@AndrePalhano

@RevistaDAE

@estamosverde

@GREEN_CO2

@vozdafloresta

@institutoMAIS


VÍDEOS
5 ações que você pode fazer

Greenpeace X Kit Kat- Heave a break?

sexta-feira, 19 de março de 2010

As 10 cidades mais poluídas do mundo

O Blacksmith Insitute elaborou uma lista com as cidades mais detonadas do planeta.

1- Linfen, China- 3milhões de habitantes

Um dos maiores centros de produção de carvão do planeta. O volume de pó de carvão no ar é tão grande que os moradores chegam a engasgar quando respiram! Para piorar, grande parte das minas não é regulamentada e desvia os escassos recursos hídricos da região para usar na mineração.

2- Tianying, China - 140mil habitantes

Uma das maiores bases produtoras de chumbo da China, sendo responsável por metade da produção total do país. Só que o baixo nível tecnológico, operações ilegais e a falta de medidas de controle ambiental levaram a uma situação calamitosa. A concentração média de chumbo no ar e solo é até 10 vezes maior que os padrões aceitáveis!

3- Sukinda, Índia - 2,6milhões de habitantes

Com 97% dos depósitos de minério de cromita da Índia, o vale de Sukinda é quase uma mineração a céu aberto, com várias minas operando sem plano de gestão ambiental. O resultado: + de 30 milhões de toneladas de resíduos de cromo e outros metais pesados são excretadas nas zonas vizinhas às margens do rio Brahmani, única fonte de água "potável" dos moradores.

4- La Oroya, Peru - 35mil habitantes

Desde 1922, os moradores sofrem com os resíduos da mineradora americana Doe Run Corporation. A situação é tão grave que, vira e mexe, o governo local adota planos emergenciais aconselhando a população a não sair de casa até que o ar esteja minimamente respirável.

5- Dzerzhinsk, Rússia - 300mil habitantes

Local de fabricação de armas químicas. Mas o forte também é a poluição. Ao longo dos anos, cerca de 300 mil toneladas de resíduos químicos foram parar no lençol freático. Em alguns locais, a água virou uma lama esbranquiçada supertóxica.

6- Norilsk, Rússia - 134mil habitantes

Maior complexo de fundição de metais pesados do mundo. Já o ar local tem odor de enxofre, e a expectativa de vida dos operários das fábricas é 10 anos mais baixa do que a média do país. Tudo por causa das 500 toneladas de óxido de cobre e níquel e 2 milhões de toneladas de dióxido de enxofre lançados por ano na atmosfera!

7- Chernobyl, Ucrânia - 5milhões de habitantes

O maior acidente nuclear da história, ocorrido em 1986, literalmente bombardeou a cidade, tendo liberado uma radiação 100 vezes maior do que a das bombas atômicas jogadas sobre Hiroshima e Nagasaki. Até hoje a região em volta da usina está inabitável.

8- Sumgayit, Azerbaijão - 275mil habitantes

Um dos grandes centros industriais da era soviética, tinha mais de 40 fábricas de prodtuso químicos e agrícolas, que lançavam até 120 mil toneladas de tóxicos por ano na atmosfera.

9- Kabwe, Zâmbia - 255mil habitantes

Décadas de mineração e fundição pesada espalharam pó de chumbo e de outros metais para toda a cidade. O problema é que, o mesmo rio que serve de hidrovia para o transporte de resíduos da funidção é o local onde as crianças se banham.

10- Haina, República Dominicana - 85mil habitantes

O ar na cidade é carregado de partículas de chumbo, herança de uma fábrica de reciclagem de baterias que fechou as portas em 1997.


#FicaDica

Podemos utilizar essa listagem na sala de aula em alguns momentos...

O Referencial Curricular da Educação Básica da Rede Estadual de Ensino de MS, ilustra o tema "Ser humano e ambiente" onde podemos apresentar os conteúdos com auxílio dessa lista, mais precisamente a partir do 5º ano.

E você? Quando pode utilizar a listagem em suas aulas?

Fontes das imagens: Ap2009 e João Diogos

quinta-feira, 18 de março de 2010

Petição: Não à exclusão dos biólogos na área ambiental

Conselho Federal de Biologia e Regionais

Nós, biólogos, abaixo assinados, demostramos nossa indignação com a exclusão de nossa profissão em diversos concursos públicos na área ambiental e de educação ambiental (ex: INFRAERO, FUNAI, Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, etc), onde só é permitida a concorrência a Engenheiros.

Diante disto solicitamos maior fiscalização e ação do Conselho Federal e dos Conselhos Regionais de Biologia no acopanhamento dos concursos públicos que envolvam áreas em que o Biólogo tenha competência para atuar profissionalmente. Ciente do inciso XVI do artigo 22, CF, que determina in litteris: “Art. 22. Compete privativamente à União legislar sobre: (...) XVI – organização do sistema nacional de emprego e condições para o exercício de profissões.”, assim como se constitui em função dos Conselhos Regionais de Biologia, assim como do Conselho Federal de Biologia, tomar providências em relação a concursos que excluam a participação de Biólogos, por determinação dos arts. 10 e 12 da Lei 6.684/79: “Art. 10 - Compete ao Conselho Federal: (...) III - Supervisionar a fiscalização do exercício profissional em todo o território nacional; Art. 12 - Compete aos Conselhos Regionais: (...) XII - fiscalizar o exercício profissional na área da sua jurisdição, representando, inclusive, às autoridades competentes, sobre os fatos que apurar e cuja solução ou repressão não seja de sua alçada”.

Esperamos que a profissão do Biólogo seja respeitada e mantida nos pleitos de que ele é parte.


CLIQUE AQUI e ASSINE



Fonte da Imagem: Educar
Related Posts with Thumbnails